Olá, sejam bem vindos ao nosso blog! Fatos & Fontes tem como finalidade promover um conhecimento acerca da História Geral e do Brasil de forma clara, e também auxiliar principalmente, os estudantes de Ensino Fundamental e Médio!!

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

A Primeira Guerra Mundial

           No final do século XIX os prazeres dos burgueses chegam ao fim, mas a guerra mundial inaugura o novo século. Nos anos de 1914 a 1918 ocorre um dos mais sangrentos conflitos armados de toda a história, a Primeira Guerra Mundial que teve como causa básica a ambição de lucros da burguesia imperialista. O mundo dividido em dois blocos parte para o mesmo objetivo, dominar territórios caracterizando essa guerra como um conflito imperialista.
           A unificação alemã e italiana demorou a ocorrer, atrasando o reconhecimento destas como grandes potências. Por isso, a Alemanha e a Itália chegaram tarde ao “banquete imperialista” e tiveram que se contentar com as “migalhas” da Ásia e da África, mas esse contentamento não aconteceu, pois os alemães queriam conseguir mais colônias e pra isso teria que tirar de outros países imperialistas, sendo mais um motivo para a guerra, a disputa colonial.
      Efeito dominó  
  Visando a disputa vários países foram envolvidos na guerra. Após a unificação da Alemanha, em 1882 forma-se a Tríplice Aliança, que reunia a Alemanha, Áustria e a Itália, contra essa aliança forma-se  a Tríplice Entente, um pacto militar formado pela Rússia, França e Inglaterra. O único objetivo dessas uniões era formar alianças para a guerra. Em 1914, a guerra é declarada. Como o efeito dominó, os países imperialistas entram na guerra para ajudar seus aliados. A Rússia declara guerra a Áustria, em seguida a Alemanha declara guerra a Rússia e logo após a França e a Inglaterra. Com promessas de ganhar territórios dominados pela Áustria, a Itália entra do lado da Tríplice Entente. Mas nem todos os países participaram da guerra mais foi um conflito mundial porque estava em jogo o controle imperialista sobre o planeta.
           A intensidade dos confrontos ocorridos na Primeira Guerra Mundial firmou-se nas inovações tecnológicas constituindo artefatos bélicos de um poder de destruição jamais imaginado. Por conseguir envolver todas as potências, a primeira grande guerra, caracterizou-se como um confronto bélico que ocasionou em diversas transformações em todo o mundo. Nesse momento os estados passam a assumir o controle da economia, influenciando os cidadãos a exercer sua nacionalidade por se recrutar tanto para o exercito quanto para a produção industrial de armamentos defendendo seu país.
           Até 1917 os Estados Unidos mantinham-se neutro na guerra, mas exportava armas de alta tecnologia para a França e a Inglaterra. A entrada desta potencia foi decisivo para a situação, pois os norte-americanos eram superiores aos já exaustos alemães e austríacos. A guerra termina com a derrota alemã trazendo conseqüências diversas para os países participantes, principalmente a Alemanha, pois este foi saqueado pelos vencedores, perdeu todas as colônias alem de pagar enormes dívidas de guerra. Mais tarde, Hitler e os nazistas aproveitam-se do sentimento alemão, de que o país foi injustiçado para vingar-se.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário